Sobre saber a hora de parar

07:12 Lorranne 0 Comments



Bom dia grandes.
Hoje venho aqui falar sobre um momento que estou passando. Chega uma hora, que não é tão simples quanto parece, em que você precisa parar. O problema é, quando é chegada essa hora?
Geralmente a gente só percebe que algo já está fazendo mal quando as consequências já estão gritantes na nossa cara, e isso, claro não é nada bom. Como não existe regra para nada quando o assunto são pessoas vou contar um pouco do que eu estou passando, aí se caso você se identificar com algo ou pensar que já sentiu a mesma coisa, talvez seja a hora de reavaliar a sua vida.
De uns tempos pra cá tenho me sentindo constantemente desanimada, não só para trabalhar, mas para tudo, para sair com amigos, para ir ao cinema, para ir na esquina comprar um pão, para namorar, nada tem me deixado animada de verdade, tenho feito as coisas por obrigação e única e exclusivamente por isso. Até ouvir música se tornou algo incrivelmente maçante e chato para mim. Chego em casa e parece que não durmo a 15 dias de tanto sono que tenho, e o pior, esse sono nunca passa. Raramente tenho vontade de comer e quando como, como em excesso parecendo que estou querendo preencher algo.
Ler e escrever, atividades até então prazerosas pra mim, se tornaram chatas, e que não consigo finalizar. Começo as coisas e não termino, começo um livro e não termino, começo um projeto e não termino, começo um texto e de repente não quero mais. Acordo para ir ao trabalho e só penso na hora em que vou voltar pra casa. E o pior, fico o tempo todo sob pressão, não que me pressionem no meu trabalho, mas eu mesma não consigo relaxar, fico ligada e com medo de fazer algo errado o tempo todo, e não dá outra, sem prazer e alegria no trabalho é difícil, quase impossível fazer as coisas certas e aí, taram, uma hora algo dá incrivelmente errado e chega a hora em que você pensa, será que vale a pena mesmo passar por isso tudo? Uma coisa é um estresse repentino, um dia ou outro, uma hora ou outra, outra coisa completamente diferente é quando você sente que está ficando realmente mal com o que você faz. Quando você começa a questionar se o trabalho da menina da limpeza não é melhor que o seu, se o trabalho do garçom do restaurante não é mais prazeroso ou melhor, começa a achar que qualquer coisa é melhor do que o que você está fazendo, e é aí que mora o perigo, e é aí que você tem que se perguntar, ok, será que não é a hora de parar? Tenho me feito muito essa pergunta e é chato dizer mas quando cogito o sim parece que me dá um alívio. Mas como em tudo na vida, tenho medo de me arrepender. Mas então seguidor, você faria o que no meu lugar?

0 grandes pessoas comentaram: