Procura-se e gratifica-se bem: Atenção

12:30 Lorranne 0 Comments


Por que afinal a atenção se tornou um artigo de luxo? E porque, de repente, deixaram que algo tão essencial para o bem-estar se tornasse tão escasso. É Simples, não deixaram, só foi desaparecendo, é como a questão da escassez de água nos grandes centros, ninguém percebeu que era tão grave, até que ficou nítido a gravidade, assim, na cara de todo mundo. Mas será que dá pra dar um jeito? Claro, pra tudo dar-se um jeito nessa vida, principalmente quando se trata de pessoas grandes não é mesmo?
A atenção é importante para o ser humano, porque nós somos um ser social, ninguém nasceu pra ficar sozinho, a gente depende de outros, querendo ou não, uma hora ou outra você precisa de uma mão amiga, de um ombro pra apoiar a cabeça, de um ouvido pra ouvir seus longos e massantes desabafos, de um atendente pra te vender um pãozinho francês, ou mesmo de um padeiro, já que não dá pra fazer tudo nessa vida. Tá, você pode aprender a fazer o pão, mas precisa do forno, e do gás, coisas que ALGUÉM vai ter que te fornecer. Ok, entendemos que atenção é bom e todo mundo gosta. Concluída essa parte.
Agora vamos ao que é realmente crítico no negócio, se todo mundo quer atenção, quem vai fornecer pra essa gente toda? Acontece que em tempos de comunicação rápida e virtual, de toma lá dá cá e é isso aí e pronto acabou, a gente perdeu o hábito de olhar nos olhos entre um toma e um dá, a gente esqueceu como é que se ouve cara-a-cara, sem um telefone no meio, perdemos a essência do ser social, queremos que nos atendam, mas esquecemos de atender, e não é atender por atender, já ter uma resposta pronta e clichê na ponta da língua, é atender, buscar entender, se colocar no lugar, se importar. 
No primeiro texto sobre o assunto eu disse que quem é atencioso podia dominar o mundo, e é a mais pura verdade. A gente esquece que o mundo é composto de seres humanos, que tem necessidades humanas, que precisam ser cativados. Pare para pensar, tem sempre aquelas lojas que você sempre compra, o produto pode ser mais caro, pode não ser o melhor, mas a vendedora é tão gente fina; e as grandes empresas que tem despontado no mercado virtual, o que elas tem de diferente? Atendimento! Elas sabem atender com atenção, dando um tratamento humanizado e atencioso ao cliente.
Hoje em dia, com a necessidade de processos rápidos e de constante movimento perdeu-se esse costume de saber o nome do vizinho, quanto mais o do cliente que compra todo dia, mas é exatamente isso que temos que mudar. É necessário, muito necessário aliás, que as pessoas voltem a ouvir de verdade, a procurar entender e se importar de verdade, e mais que vender produtos ou serviço, ou a si mesmo, de uma forma mecânica e automatizada, procurar por soluções e mostrar que se importa em apresentá-las. 
Experimente, desacelere, seja humano e receba tratamento humano de volta, é simples, seja atencioso e ganhe o mundo, seja atencioso com o senhorzinho da padaria, ele pode ganhar o dia com isso, seja atencioso com aquele seu cliente reclamão que já chega armando barraco, ele com certeza vai aprender alguma coisa com isso, seja atencioso com as pessoas da sua família, com aquela moça sentada do seu lado no ônibus, e você será nada menos que um ser humano melhor, seja atencioso na próxima entrevista de emprego ou na próxima apresentação de trabalho e se mostre um profissional, além de capaz, com diferencial! Porque olha, se tem uma coisa que pode ser chamada de diferencial hoje em dia, essa coisa é a atenção, não é mesmo? 

0 grandes pessoas comentaram: