Tudo é questão de criação

16:32 Lorranne 0 Comments




Já sofri várias desilusões amorosas na vida. Em meio a uma dessas crises existenciais, de sofrimento avassalador que você acha que nunca vai passar, meu pai reparou na minha tristeza e resolveu tentar me consolar fazendo pra mim um daqueles discursos ensaiados de pai de pré-adolescente, longos, que falam sobre amor, idade, tempo e outras coisas da vida. Neste discurso em especial ele soltou a seguinte frase; "...não criei filha pra casar". Essa única sentença foi tudo que guardei do que ele disse naquele dia.
Na época, no auge dos meus 15 anos, como toda juvenil que se preze, praguejei muito ao lembrar que meu pai, o homem que era minha referência de mundo masculino, achava que eu ficaria para a titia, aliás, não só achava como parecia querer isso.
Hoje, mais de 5 anos depois, com a compreensão um pouco mais apurada, agradeço a ele por proclamar algo tão libertador para a minha vida.
Não, eu não fui criada pra casar, meus pais não esperavam que eu crescesse e me tornasse a dama perfeita, aquela garota de uma feminilidade refinada, futura esposa exemplar, cozinheira de mão cheia (não que eu não tenha me tornado, mas se me tornei, foi única e exclusivamente para satisfazer a mim mesma), e treinada para satisfazer as vontades do meu amado marido. Não, eu não cresci para viver as custas do salário abastado de ninguém que não seja eu mesma, não fui criada para ter um corpo perfeito, com direito a músculos torneados e visual sempre impecável, a não ser que, eu quisesse isso, que isso me fizesse mais feliz, afinal, para isso sim eu fui criada, para me fazer feliz.
Fui criada para gastar as noites trabalhando e planejando com minucia meu futuro brilhante, ao contrário de ficar fantasiando sobre o meu príncipe encantado. Fui criada para sair a noite, beber, dançar, rir, e me divertir, sem precisar de uma companhia masculina pra isso.Fui criada para usar o terninho de alfaiataria em reuniões de negócios, e ter horror à aventais. Fui criada para ser quem eu quisesse ser, quando eu quisesse ser.
Fui criada pra ser minha, para ser eu, e só. 

E olha, fui muito bem criada, tanto que hoje digo pra quem quiser ouvir, não sou pra casar, a única finalidade que tenho nessa vida é a de me agradar. E se mesmo sabendo disso, algum aventureiro resolver encarar o desafio e me convencer a entrar no jogo, que ele saiba, que antes de tudo, sou casada e fidelíssima, a mim mesma.

0 grandes pessoas comentaram: