O modelo Star Wars para personagens femininas

18:02 Lorranne 0 Comments

Assisti pela terceira vez o novo filme do Star Wars hoje, e como uma grande fangirl do universo da saga, não podia não comentar alguma coisa sobre o filme com vocês. Contrariando as expectativas, não vou fazer nenhuma análise do filme, que é muito maravilhoso por sinal, mas escolhi um tema que já me encantava em Star Wars e que acho que combina mais com o intuito do blog, que é a forma brilhante como a figura feminina é tratada na saga. 
Não só neste último filme, mas em todos (vou me restringir à parte cinematográfica do universo Star Wars, tendo em vista que há uma imensa quantidade de material, e mesmo só com os filmes, prevejo que o post vai ficar grande, então...) os filmes lançados até hoje, as mulheres são muito bem retratadas. Na primeira trilogia a Leia não é o foco da trama, mas não podemos negar que mesmo assim ela é um personagem incrivelmente bem construído, uma mulher forte, esperta, altruísta e que vê além. Já a segunda trilogia nos trás Padmé, que no quesito que estamos avaliando, é a que mais deixa a desejar na minha opinião, mas vamos relevar, porque na minha opinião, também, a segunda trilogia foi toda uma coleção de erros, Padmé é só mais um deles ~polêmica~. Mas mesmo assim, a rainha, e posteriormente senadora, é engenhosa, e tem um coração enorme e lida muito bem com as responsabilidades que são impostas à ela, indiferente à idade e a quaisquer outros empecilhos, logo há pontos que podem e devem ser admirados na personagem. 
Mas focando no último filme, fiquei apaixonada, aliás apaixonada é pouco, fiquei encantada pela Rey, a nova figura feminina de Star Wars, e que ao contrário do que se via nas sequências anteriores, não é personagem secundária, é principal e não decepciona ao representar uma boa personagem feminina é forte, determinada, sabe cuidar de si, talentosa, inteligente, habilidosa e é feminina. O que me fascina na Rey, e em outras personagens de Star Wars, é que para serem mulheres empoderadas, elas não entram naquele clichê holywoodiano de serem masculinizadas e frias, sem sentimentos. Muito pelo contrário, são mulheres idealistas, que lutam por outras pessoas e que são seguras do que são. Acho essa construção das personagens admirável, inclusive deveria ser mais adotada, não só no cinema, mas em outras mídias também. Além da linda da Rey, o último filme lançado nos presenteia com uma Leia que é nada menos que general, uma poderosa e sábia general, que também não cai naquela de ser masculina, é feminina sim, é mulher, é mãe, é amante e é foda, apenas.
Para finalizar digo apenas que temos muito que absorver dessa saga maravilhosa, e mais ainda deste último filme, que nos trás mulheres que não são decorativas, que não são enfeites da trama, elas são a história, e fazem jus à isso. Fica aqui meu pedido por mais personagens tão inspiradoras como elas. Principalmente no universo pop nerd e afins, pessoalmente falando, risos. 
Então, você viu Star Wars, O Despertar da Força? O que achou do filme, dos personagens? Converse com a gente!

0 grandes pessoas comentaram: