A vida é muito curta para disfarçar "mau gosto" musical

14:49 Lorranne 0 Comments


Esses dias estava pensando em como temos mania de rotular as pessoas de acordo com seu gosto musical, de acordo com o que ouvem ou deixam de ouvir, admito que eu mesma tinha esse péssimo habito, hoje quando paro para pensar nisso vejo o quão ridículo é julgar que uma pessoa ouvir um determinado tipo de música a torna pior ou melhor do que as outras. 
Como eu disse já fiz parte deste grupo de pessoas que se sentem deuses da sabedoria musical, capazes de ditar o que é bom ou não no mundo da música, e que as pessoas que por acaso gostassem de algo diferente daquilo que minha consciência suprema e meu gosto refinado julgassem ser "material de qualidade" essa pessoa era um ser inferior, desprovido de inteligência, a escória da humanidade. Mas o engraçado é que no fundo, e as escondidas, claro, eu gostava de ouvir coisas que, para o meu grupinho de amigos não eram consideradas músicas dignas de serem ouvidas. Escondia de todo mundo esse meu "mau gosto musical" com medo de pessoas que (olha a ironia) pensassem como eu, na época, me julgassem.  Eu deixava de ouvir ou curtir publicamente músicas que eu gostava e que me faziam bem, seja por diversão ou por despertarem pensamentos e sentimentos bons em mim, porque outras pessoas me levaram a acreditar que não eram músicas boas.
Depois de ver o quanto eu estava perdendo tempo, e o quanto essa minha forma de pensar era atrasada, abandonei o preconceito e acredito que isso foi uma evolução pra mim, hoje sei que só eu posso dizer o que é boa música para mim, assim como só você sabe o que é boa música para você, e assim por diante, e mais, os meus gostos musicais não me tornam melhor ou pior que ninguém.  A gente vive lutando para uma sociedade com mais tolerância e simpatia, mas esquece que pequenos preconceitos como esse, por mais inofensivos que pareçam, ainda são preconceitos e não devem ser incentivados.
Então se você é dessas pessoas que julga as pessoas pelo estilo musical que ouvem, primeiro; você não sabe o que está perdendo, música é algo muito bom e experimentar coisas novas, explorar novos horizontes musicais é uma experiência maravilhosa. E em segundo, pense bem, rotular pessoas é um hábito que diz mais sobre você do que sobre as pessoas rotuladas. Música é acima de tudo uma forma de entretenimento, então se você não ouve algo faz bem de verdade, volte duas casas pois você está fazendo isso errado, liberte-se e vá ser feliz com sua própria trilha sonora!
E nesse clima de liberdade musical, resolvi tornar públicas todas as minhas playlists do Spotify, porque como tenho dito a vida é muito curta pra ouvir um tipo de música só e mais ainda, pra disfarçar gosto musical. Se alguém quiser ver o que eu costumo ouvir tá aqui: Lorranne Marins.

0 grandes pessoas comentaram: